»



ooc: Feliz Natal!

shared 1 year ago on Dec/25/2012, with 1 note

Fuck, já é tão tarde?

Devagar, loira, devagar. Pelo amor de Merlin, estou ficando até com dor de cabeça, haha.

Bem, por que não? Curiosidade, apenas.

- Desculpe. - Tornou a dizer, fazendo uma careta. Ela olhou para baixo e então para o garoto com um sorriso debochado brincalhão. - Se está com dor de cabeça, você não surportaria passar um dia inteiro comigo. - Admitiu ainda sorrindo. - Ah, bom, hoje era um treino super importante que iria ser decido as posições e estratégias de cada um e bem, era importante. - Violett crispou os lábios. - Mas ao que parece, a idiota aqui perdeu, de novo.

shared 1 year ago on Dec/16/2012, with 9 notes via / source

Fuck, já é tão tarde?

samaver-y:

v-blackwood:

- Ah, é muito tarde. - Ela colocou as mãos na cabeça se lamentando. - Vão me matar! Mas que droga… Ai, desculpa, tá legal? Eu sou a Violett… - Revirou os olhos ainda meio confusa. - Violett Blackwood, é. E você?

Nossa.

Você fala… Rápido.

Uh, muito prazer, Violett, eu sou… Samuel Avery. Hoje é domingo, você sabe disso, não? Pode acordar tarde sem problemas…

Desculpe, - Fez uma pausa e tornou a repetir. - Desculpe. Hm, o prazer é meu, Samuel. Eu nunca te vi por aí mas acho que é porque - Ela ia começar a falar rápido novamente, mas obrigou-se a parar. - Eu sei, e é justamente porque é domingo que eu não podia acordar tarde.

shared 1 year ago on Dec/16/2012, with 9 notes via / source

Anonymous sent:
Te acho uma graça :3

Isso é sério? Hm, obrigada, rs, muito abrigada.  Mas por que acha isso?

shared 1 year ago on Dec/16/2012

Fuck, já é tão tarde?

low-down-dirty-amycus:

O dia está apenas começando. 

image

E quem seria a senhorita? 

- Ah não, o dia já passou, e muito. Droga! Eu perdi a única coisa que eu não podia ter pedirdo, rá, vou ser carbonizada. - A garota exagerou sorrindo meio nervosa, o sono ainda interferia na sua capacidade de tentar se concentrar no garoto a sua frente. - Desculpe por isso, sou Violett, Violett Blackwood, e você é… Um Carrow, sim?

shared 1 year ago on Dec/16/2012, with 9 notes via / source

Fuck, já é tão tarde?

samaver-y:

Eu não diria tarde. É só… Meio tarde. Enfim, olá pra você. Posso saber seu nome?

- Ah, é muito tarde. - Ela colocou as mãos na cabeça se lamentando. - Vão me matar! Mas que droga… Ai, desculpa, tá legal? Eu sou a Violett… - Revirou os olhos ainda meio confusa. - Violett Blackwood, é. E você?

shared 1 year ago on Dec/16/2012, with 9 notes via / source

Fuck, já é tão tarde?

shared 1 year ago on Dec/16/2012, with 9 notes

Alguém está aí?

shared 1 year ago on Dec/5/2012, with 2 notes

shared 1 year ago on Dec/5/2012, with 61 notes

Megan&Violett | Are you hungry?

O treino tinha sido pesado. Ficara fazendo exercícios extras depois que os artilheiros tinham saído com as namoradas do sexto ano. E depois voando alto tentando se equilibrar mais ereta o possível por um longo tempo depois que os batedores e até o goleiro se foram também. Quando o capitão do time a dispensou, Megan achou que se passasse por outro treino como esse era provável que desistisse. Caminhava em trapos pelos corredores ainda sem ter consciência de pra onde estava indo. Cheia de lama na roupa e até mesmo nos braços e rosto, Caulfield subitamente foi atingida pela sensação de fome terrível. A tarde caía e os corredores pareciam cada vez mais vazios. O que era algo bom para Megan, afinal, menos gente para a ver naquele estado. Seu estômago pareceu rugir assim que ela dobrou à esquerda e começou a descer as escadas rumo as cozinhas. Com sorte encontraria algum elfo que se compadecesse de seu estado lamentável e a alimentasse. Ou pelo menos não se incomodasse de a deixar assaltar os estoques de tortinhas de abóbora e bolos de caldeirão. Estava ainda certificando-se de que não havia ninguém além dela mesma no recinto, quando num lapso de momento viu um vulto loiro atravessar a cozinha e sair a caça talvez da mesma coisa e com o mesmo furor que a própria Megan. Mas a outra não pareceu notar sua presença até que caindo em si a fitou parecendo encurralada. Olhou a menina sorrindo com os olhos mas a ponto de gargalhar com os lábios que se comprimiam na tentativa de não o fazer. - Se aí tiver alguma coisa remotamente comestível pode passar. E rio finalmente. - Eu sou Megan. Muito prazer, grifana. Reparou que a loira usava uniforme de quadribol assim como ela. realmente estavam na mesma situação. Sentou-se sobre uma das bancadas remexendo uma pequena panela com restos não identificáveis, fazendo uma expressão entre curiosa e enojada. - Então… Em que posição joga?

Vergonha era uma sensação que sempre esteve presente na vida de Violett, afinal o fato de fazer o que queria, quando queria e onde queria não ausentava a possibilidade de pagar mico por aí. E bom, o dia estava propício a esse tipo de acontecimento. A loira se levantou apoiando na última prateleira que fiscalizara a procura de comida, ajeitou o cabelo e sorriu com as bochechas pegando fogo. - Se você considerar enlatados comestível… - Franziu o cenho com uma careta, mas em que lugar haviam escondidos os salgadinhos? - Sou Violett, o prazer em te conhecer é meu, Megan. Apesar de que, eu preferiria que nós nos conhecêssemos de uma forma mais civilizada. -  Fez aspas com as mãos na última palavra pausadamente. - Mas já que estamos aqui, vamos achar algo para matar quem está nos matando. - Riu para a garota virando-se de costas e começando a abrir as portas do armário de cima, a vergonha quase passara. - Eu sou artilheira, e você? - Disse por cima do ombro. Não havia nada naquela cozinha já pronto? Alguma coisa, qualquer coisa. Seu estômago girou mais uma vez, qual fora a última vez que comera mesmo? 

shared 1 year ago on Dec/4/2012, with 4 notes via / source

(c) T H E M E